Dívida do cartão de crédito caduca? Descubra!

Veja o que acontece se você não pagar suas dívidas de cartão de crédito.

Por Igor em 21/06/2023

O cartão de crédito é, ainda, um dos meios preferidos de compra entre todos os brasileiros. Trazendo facilidades únicas e a possibilidade de se ter o que você precisa pagando aos poucos, ele cresceu demais nos últimos anos.

Mas, junto com o crescimento do cartão de crédito, a inadimplência também cresceu. Hoje, grande parte da população já ficou ou está sem pagar a fatura do cartão de crédito. E nesse momento, surge uma dúvida: dívida do cartão de crédito caduca?

Nesta matéria, vamos trazer para você um guia completo sobre dívidas em cartão de crédito e desvendar se a dívida do cartão de crédito caduca. Acompanhe até o final para ter informações e dicas práticas para acabar com suas dívidas!

Dívida de cartão de crédito caduca?

Sempre que se fala sobre a dívida do cartão de crédito caduca, se imagina que, após algum tempo, ela deve desaparecer, ou deixar de ser cobrada. Mas o que acontece, na verdade, é bem diferente disso.

Depois de cinco anos de dívida, segundo a lei, o nome da pessoa deixa de constar no SPC, ou seja, o nome que estava sujo, passa a ficar “limpo” e a empresa não pode mais colocar o nome da pessoa nos órgãos de proteção ao crédito.

Mas isso não significa que a dívida acabou.

Na realidade, o que ocorre é que as empresas credoras são proibidas de registrar novamente o nome do devedor nos órgãos de proteção ao crédito. No entanto, essa proibição não impede o emissor do cartão de crédito de realizar cobranças por conta própria ou através de terceiros contratados.

Assim, é fundamental compreender que, mesmo após a exclusão do nome do devedor dos registros nos birôs de crédito, a dívida permanece válida e o credor tem o direito de buscar meios legais para recuperar o valor devido.

Por que a dívida do cartão de crédito caduca?

Muito se fala sobre o fato de que a dívida do cartão de crédito caduca. Mas você sabe por que isso acontece?

As dívidas relacionadas aos cartões de crédito são frequentemente encontradas. Isso faz com que elas sejam consideradas “dívidas comuns”. Conforme a legislação vigente, elas prescrevem após um período de 5 anos. No entanto, é imprescindível compreender que, mesmo após a prescrição, essa situação pode acarretar consequências financeiras e legais.

Embora a prescrição limite a possibilidade de cobrança judicial, é importante destacar que os efeitos negativos das dívidas não desaparecem automaticamente. Ainda é possível que você seja submetido a taxas de juros crescentes, encargos adicionais e restrições em seu histórico de crédito, o que pode afetar sua capacidade de obter empréstimos futuros ou condições favoráveis de financiamento.

Além disso, a prescrição não garante imunidade contra possíveis ações judiciais. Dependendo das circunstâncias e do montante da dívida, os credores podem buscar medidas legais para recuperar o valor devido, mesmo após o prazo de prescrição.

Depois que o cartão caduca, posso pegar outro cartão?

Quando a dívida do cartão de crédito caduca, ou até mesmo enquanto você está com ela em aberto, você tem total liberdade para tentar outro cartão de crédito.

No entanto, ainda que sua dívida esteja prescrita, é importante ressaltar que as empresas terão acesso ao seu histórico de pagamento, o que pode dificultar a aprovação de novas solicitações.

Embora a prescrição da dívida limite a capacidade das empresas de tomar medidas legais para recuperar o valor devido, elas ainda podem consultar seu histórico de crédito. Esse histórico reflete seu comportamento financeiro passado, incluindo pagamentos atrasados ou inadimplentes. Como resultado, as empresas vão considerar essas informações ao avaliar suas solicitações futuras, como empréstimos, financiamentos ou solicitações de crédito.

Ter um histórico de pagamento negativo pode ser um obstáculo ao buscar crédito no futuro. As empresas podem considerar que você representa um risco maior de inadimplência com base em suas informações passadas.

Isso pode resultar em taxas de juros mais altas, limites de crédito mais baixos ou até mesmo na recusa de sua solicitação.

O que acontece se não pagar a fatura do cartão?

Muitos se perguntam sobre o pagamento da fatura e o que acontece se deixar a dívida do cartão de crédito caducar. Veja algumas das consequências que você pode ter ao fazer isso:

Pagamento com uma taxa de juros alta

Quando ocorre o não pagamento do cartão de crédito, o emissor costuma aplicar uma taxa de juros mensal que geralmente gira em torno de 15% sobre o valor total da cobrança.

É importante notar que, embora o cartão não seja bloqueado imediatamente, durante o primeiro mês de atraso ainda será possível utilizar o limite disponível. No entanto, é crucial estar ciente de que o uso contínuo do cartão sem o devido pagamento resultará em uma acumulação ainda maior de juros e poderá levar a consequências mais severas.

Cartão de crédito bloqueado

Ao entrar no segundo mês de atraso no pagamento do cartão de crédito, ele será completamente bloqueado, sendo necessário quitar o valor total em aberto para reativá-lo.

Quando o cartão é bloqueado, fica impossibilitado de ser utilizado para realizar novas compras ou transações financeiras. O bloqueio é uma medida adotada pelo emissor do cartão como forma de restringir o acesso ao crédito, em virtude do não cumprimento das obrigações financeiras.

Para desbloquear o cartão, será necessário quitar o valor integral da dívida acumulada até o momento. Somente após o pagamento ser efetuado e reconhecido pelo emissor, o cartão será liberado novamente para utilização.

Score fica mais baixo

Quando ocorre a negativação do seu nome, é importante destacar que uma das consequências é a diminuição da sua pontuação de score. Essa pontuação é utilizada por instituições financeiras e empresas para avaliar o seu perfil de crédito e determinar o risco de conceder empréstimos, financiamentos, cartões de crédito e outros produtos financeiros.

A diminuição do score significa que sua reputação financeira foi afetada negativamente, o que torna mais desafiador obter aprovação em solicitações de produtos financeiros. As instituições consideram a negativação como um sinal de maior risco, o que pode resultar em taxas de juros mais altas, limites de crédito mais baixos ou até mesmo na recusa do pedido.

Ação judicial

O emissor do cartão de crédito tem o direito de buscar uma solução legal por meio de uma ação judicial para receber o valor não pago.

Quando todas as tentativas de comunicação e negociação falham, o emissor pode tomar medidas legais para reaver o montante em aberto. Isso pode resultar em um processo judicial no qual o tribunal analisará o caso e tomará uma decisão sobre a obrigatoriedade do pagamento da dívida.

Dívida cartão de crédito pode ser cobrada judicialmente?

Se o titular do cartão não efetuar os pagamentos devidos, o emissor do cartão tem o direito de recorrer ao sistema judiciário para buscar o recebimento do valor em aberto.

Ao entrar com uma ação judicial, o emissor busca obter uma decisão legal que determine o pagamento da dívida. Caso o tribunal julgue a ação procedente, pode ser emitido um título executivo judicial, permitindo que o credor execute medidas legais para receber o valor devido.

A ação judicial pode resultar em consequências legais para o devedor, como penhora de bens, bloqueio de contas bancárias ou outras medidas previstas pela legislação aplicável. Essas ações têm como objetivo garantir o cumprimento da obrigação financeira e proteger os direitos do credor.

Dever cartão de crédito penhora bens?

A dívida de cartão de crédito, por si só, não é suficiente para autorizar automaticamente a penhora de bens. A penhora de bens é uma medida que pode ser adotada em processos de execução judicial, quando há uma decisão judicial favorável ao credor e são esgotadas outras formas de pagamento da dívida.

No caso específico de dívidas de cartão de crédito, antes de ocorrer a penhora de bens, é necessário que o credor ingresse com uma ação judicial e obtenha uma decisão favorável. Essa decisão autorizará o processo de execução, que pode incluir a penhora de bens como uma das medidas para garantir o pagamento da dívida.

Quanto tempo demora para sujar o nome com cartão de crédito?

O tempo necessário para que o seu nome seja negativado devido a uma dívida de cartão de crédito pode variar dependendo de diversos fatores, como as políticas do emissor do cartão, o histórico de pagamento do titular e as medidas tomadas pelo credor.

Geralmente, após o não pagamento de uma fatura do cartão de crédito, o emissor do cartão inicia o processo de cobrança, que pode incluir a emissão de lembretes de pagamento, notificações por escrito e contatos telefônicos. Essas etapas visam lembrar o titular sobre o débito em aberto e incentivar o pagamento.

Caso o titular não regularize a situação e continue em atraso, o emissor pode decidir negativar o nome do devedor. Isso ocorre quando a dívida é registrada em órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC, e passa a constar no histórico de crédito do indivíduo.

Normalmente, a negativação ocorre após um período de aproximadamente 30 a 60 dias de inadimplência.

Não consigo pagar a fatura do cartão, o que fazer?

Todo mundo já teve problemas com cartão de crédito e para fazer o pagamento da fatura. Por isso, não basta saber se a dívida do cartão de crédito caduca, se vai ser negativado ou o que pode acontecer em caso de não pagamento. É necessário que você saiba como proceder em caso de dívidas com o cartão de crédito.

Por isso, trouxemos dicas para que você possa se organizar e fazer o pagamento de sua fatura, acabando com sua dívida.

Tente parcelar sua fatura

Ao invés de não fazer o pagamento da sua fatura de cartão de crédito, uma das alternativas é fazer o parcelamento dela, de forma a se organizar melhor para fazer o pagamento e, assim, evitar de se ter dívidas em seu nome.

Ao optar pelo pagamento mínimo, você entra automaticamente no crédito rotativo e o restante da dívida deve ser paga na fatura seguinte. Então, vale a pena analisar se é uma boa ideia ou se é melhor parcelar.

Avalie sua situação financeira

Se já está com dívida e não sabe o que fazer, o primeiro passo é analisar sua situação financeira.

Faça uma análise completa de sua renda, despesas e dívidas. Entender sua situação atual é fundamental para tomar as melhores decisões.

Priorize os pagamentos

Para que você consiga pagar sua dívida de cartão de crédito, você deve se organizar na prioridade de pagamentos de contas.

Identifique quais são as contas mais urgentes e importantes, como aluguel, energia elétrica e água. Então, analise como fazer para pagar sua fatura do cartão.

Entre em contato com a instituição financeira

É fundamental que você seja honesto com a empresa que lhe ofereceu o cartão de crédito.

Não ignore a situação. Entre em contato com a administradora do cartão e explique sua dificuldade. Algumas empresas oferecem alternativas de renegociação, como parcelamento ou redução de juros.

Negocie os juros e encargos

Caso a administradora do cartão não ofereça uma solução adequada, tente negociar os juros e encargos da dívida. Algumas empresas estão dispostas a reduzir esses valores para facilitar o pagamento.

Corte gastos desnecessários

Esta é uma forma de se organizar para ter melhor controle financeiro.

Faça uma análise detalhada de seus gastos e identifique onde é possível economizar. Elimine despesas supérfluas e direcione o dinheiro para o pagamento da fatura.

Busque renda extra

Considere formas de aumentar sua renda, como trabalhos temporários, freelancing ou venda de itens que você não utiliza mais. Use esses recursos extras para quitar a dívida do cartão.

Evite fazer novas compras

Durante o período em que estiver lidando com dificuldades financeiras, evite usar o cartão de crédito para novas compras. Isso evitará que sua dívida aumente ainda mais.

Considere opções de empréstimo

Em casos extremos, quando todas as outras alternativas foram esgotadas, pode ser necessário considerar um empréstimo pessoal para pagar a fatura do cartão. Porém, tome cuidado com as taxas de juros e avalie se essa é realmente a melhor solução para você.

Faça um planejamento financeiro

Estabeleça um orçamento detalhado para controlar suas finanças. Liste todas as suas despesas e receitas, e acompanhe de perto seus gastos. Isso ajudará a evitar problemas futuros.

Perguntas frequentes

Posso ser preso por não pagar cartão de crédito?

Não, você não pode ser preso por não pagar uma fatura de cartão de crédito. O não pagamento de uma dívida de cartão de crédito é considerado uma questão civil e não criminal. No entanto, é importante ressaltar que a falta de pagamento pode resultar em consequências negativas para sua situação financeira e histórico de crédito.


Como funciona a dívida de cartão de crédito após falecimento?

Após o falecimento do titular, a dívida poderá entrar em processo de caducidade, o que significa que a credora não poderá mais cobrá-la através de um birô de crédito. No entanto, é importante ressaltar que, mesmo com o titular falecido e não havendo mais cobranças diretas, as dívidas deverão ser quitadas pelos herdeiros dentro dos limites da herança recebida.

Caso o valor da dívida do cartão de crédito ultrapasse o montante da herança, a credora não terá o direito de exigir o pagamento excedente dos herdeiros. A responsabilidade financeira ficará restrita ao valor dos bens e ativos deixados na herança.


Devo 20 mil no cartão de crédito, o que fazer?

Se você deve 20 mil no cartão de crédito, é importante tomar medidas imediatas para resolver essa situação. Comece analisando seu orçamento e identificando áreas onde é possível cortar gastos e economizar dinheiro.


ntre em contato com a instituição financeira para negociar opções de parcelamento ou redução de juros. Considere também a possibilidade de um empréstimo com juros mais baixos para pagar a dívida do cartão.


Busque apoio em recursos de educação financeira para aprender a gerenciar suas finanças de forma mais eficaz e evitar futuros endividamentos. O importante é agir para encontrar soluções e buscar o caminho para a quitação da dívida.


O que pode ser penhorado por dívida de cartão de crédito?

Em caso de inadimplência em dívidas de cartão de crédito, os itens que podem ser penhorados variam. Em geral, dinheiro em conta corrente, bens imóveis, veículos, bens móveis de valor e uma porcentagem do salário podem ser alvos de penhora. No entanto, a penhora de bens é normalmente uma medida tomada como último recurso, após esgotadas as tentativas de negociação.


A dívida de cartão de crédito realmente caduca após 5 anos?

Depois de cinco anos, de acordo com a lei vigente, a dívida do cartão de crédito caduca, tirando o nome da pessoa do SPC. Entretanto, isso não significa que ela acabou. As empresas podem fazer a cobrança da dívida de outras formas.


Você também vai gostar