Crédito de JAM: descubra o que é e quem tem direito!

Já ouviu falar em crédito de JAM? Veja o que é e como sacar.

Por Igor em 05/01/2024

O Crédito de JAM é um termo que pode soar desconhecido para muitas pessoas, mas compreendê-lo é crucial para aqueles que desejam entender melhor o rendimento do FGTS.

Por isso, neste artigo mostraremos o significado do Crédito de JAM, assim como sua relação com o FGTS, além de mostrar quem tem direito e como fazer o saque deste crédito.

Acompanhe a matéria para saber tudo que você precisa sobre o crédito de JAM.

Você vai ler neste artigo:

O que é Crédito de JAM?

O Crédito de JAM é uma sigla para “Juros e Atualização Monetária.” Este crédito é uma componente significativa no contexto do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no Brasil.

Em linhas gerais, o Crédito de JAM representa a soma de juros e correções monetárias que são aplicadas ao montante depositado no FGTS.

No cenário do FGTS, o Crédito de JAM é utilizado para indicar os rendimentos gerados no fundo, atuando como um mecanismo que contribui para o aumento gradativo do montante total ao longo do tempo.

Esses rendimentos são calculados com base em índices econômicos relevantes, como a Taxa Referencial (TR) e outros fatores que influenciam a inflação.

E o FGTS? O que é?

O FGTS, ou Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, é um benefício social e trabalhista disponibilizado aos trabalhadores no Brasil.

Estabelecido como um direito legal, o FGTS funciona como uma forma de poupança compulsória, onde o empregador é obrigado a depositar mensalmente uma porcentagem do salário do trabalhador em uma conta vinculada em seu nome.

A legislação prevê que o depósito corresponda a 8% do salário bruto do empregado. Esses recursos depositados no FGTS são destinados a formar um fundo que pode ser utilizado pelo trabalhador em situações específicas ao longo de sua vida profissional.

Ou seja, é um fundo para quando a pessoa fica desempregada ou que pode usar em determinadas situações, como compra de imóvel ou em caso de doença grave.

Qual a relação entre crédito de Jam e FGTS

A relação entre o Crédito de JAM (Juros e Atualização Monetária) e o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é fundamental para compreender como ocorre o aumento gradativo dos rendimentos no FGTS ao longo do tempo.

O Crédito de JAM atua como um mecanismo que adiciona juros e correções monetárias ao montante depositado no FGTS. Esse crédito é calculado com base em importantes índices econômicos, como a Taxa Referencial (TR) e outros fatores que influenciam a inflação.

Ao longo do período em que o trabalhador mantém valores depositados no FGTS, o Crédito de JAM é aplicado, gerando rendimentos que contribuem para a valorização do fundo. Esses rendimentos são fundamentais para que o FGTS não apenas mantenha seu valor real diante da inflação, mas também para que apresente um crescimento real ao longo dos anos.

Em termos práticos, a relação entre o Crédito de JAM e o FGTS significa que o dinheiro depositado pelo empregador na conta do trabalhador não permanece estático. Pelo contrário, ele é acrescido de juros e correções monetárias ao longo do tempo, impulsionando a acumulação de recursos.

Como é calculado o crédito de JAM?

O cálculo do Crédito de JAM (Juros e Atualização Monetária) é realizado com base em alguns elementos específicos, principalmente utilizando a Taxa Referencial (TR) e a tabela índice de JAM.

Veja os fatores envolvidos neste cálculo:

  • Taxa Referencial (TR): A TR é uma tabela de juros utilizada pelo governo para alinhar com outro índice fundamental de toda a economia, a inflação. A TR foi criada durante a implementação do Plano Real para conter avanços inflacionários extremos. Ela desempenha um papel crucial no cálculo do Crédito de JAM, pois é por meio dos seus valores que ocorre a correção monetária alinhada com os avanços da inflação em determinado período.
  • Ajustes da Taxa Referencial: A TR é aplicada para ajustar os valores do FGTS de acordo com os avanços da inflação. Esses ajustes são fundamentais para garantir que o fundo não perca seu poder de compra ao longo do tempo.
  • Tabela Índice de JAM: Além da TR, a tabela índice de JAM desempenha um papel crucial no cálculo do Crédito de JAM. Essa tabela é atualizada mensalmente e possui percentuais distintos que variam conforme o tempo de permanência do trabalhador na mesma empresa. Esses percentuais indicam as taxas de juros aplicadas sobre o saldo do FGTS, contribuindo para o incremento dos rendimentos.
  • Tempo de Permanência na Empresa: A tabela índice de JAM possui diferentes taxas de juros para diferentes períodos de permanência do trabalhador na mesma empresa. Geralmente, as taxas variam para quem permanece por dois anos, do terceiro ao quinto ano, do sexto ao décimo ano e para quem permanece mais de dez anos na mesma empresa.
  • Cálculo Mensal: O Crédito de JAM é calculado mensalmente com base na aplicação da TR e das taxas de juros da tabela índice de JAM sobre o saldo do FGTS. Esses cálculos mensais contribuem para o aumento gradual dos rendimentos do fundo.

Como sacar o crédito de JAM? É possível?

O saque direto do Crédito de JAM (Juros e Atualização Monetária) não é uma opção disponível para os trabalhadores.

O Crédito de JAM é aplicado diretamente no saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), contribuindo para o aumento dos rendimentos do fundo ao longo do tempo. Dessa forma, os valores referentes ao Crédito de JAM não são sacados separadamente.

No entanto, os rendimentos gerados pelo Crédito de JAM são incorporados ao saldo total do FGTS. Os trabalhadores têm a possibilidade de sacar os recursos acumulados no FGTS em situações específicas, tais como:

  • Demissão sem justa causa: Caso o trabalhador seja demitido sem justa causa, ele tem o direito de sacar o saldo total do FGTS, incluindo os rendimentos do Crédito de JAM.
  • Aposentadoria: Ao se aposentar, o trabalhador pode sacar o FGTS, incluindo os rendimentos gerados pelo Crédito de JAM.
  • Compra da casa própria: Os recursos do FGTS, que englobam os rendimentos do Crédito de JAM, podem ser utilizados para o pagamento ou quitação de financiamento habitacional.
  • Doenças graves: Em casos de doenças graves do trabalhador ou de seus dependentes, é possível solicitar o saque antecipado do FGTS, abrangendo também os rendimentos do Crédito de JAM.
  • Saque-aniversário: Os trabalhadores que optarem pela modalidade de saque-aniversário têm a possibilidade de sacar anualmente uma parcela do FGTS, que inclui os rendimentos do Crédito de JAM.

Portanto, embora não seja possível sacar diretamente o Crédito de JAM, os rendimentos gerados por esse crédito são acessíveis por meio dos saques do FGTS nas situações mencionadas acima, proporcionando ao trabalhador o benefício dos rendimentos acumulados ao longo do tempo.

Como consultar o crédito de JAM?

A consulta do Crédito de JAM (Juros e Atualização Monetária) no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser realizada de maneira simples e rápida. Para verificar os rendimentos do Crédito de JAM, siga os passos abaixo:

  • Acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal aqui.
  • No menu, clique em “Login FGTS”.
  • Insira seus dados de acesso, que geralmente incluem o NIS (Número de Identificação Social) ou PIS/PASEP, e a senha cadastrada.
  • Após o login, escolha a opção “Extrato FGTS”.
  • No extrato, serão exibidas informações detalhadas sobre o saldo total do FGTS, incluindo os rendimentos do Crédito de JAM.
  • Procure por informações específicas relacionadas aos rendimentos e créditos, que podem incluir o Crédito de JAM. Geralmente, esses detalhes são disponibilizados em campos como “Rendimentos” ou “Créditos”.
  • A consulta pode ser realizada considerando diferentes períodos, permitindo ao trabalhador visualizar a evolução dos rendimentos ao longo do tempo.

Além disso, a Caixa Econômica Federal também disponibiliza aplicativos, como o “FGTS” e o “Caixa Trabalhador”, que possibilitam a consulta dos saldos e rendimentos do FGTS, incluindo os créditos de JAM, de maneira conveniente por meio de dispositivos móveis.

Lembrando que a regularidade nas consultas ao extrato do FGTS é uma prática recomendada para que o trabalhador esteja ciente dos rendimentos acumulados e possa planejar o uso adequado dos recursos disponíveis.

Quem tem direito a esse crédito?

O Crédito de JAM (Juros e Atualização Monetária) está associado ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e, portanto, é direcionado aos trabalhadores que têm direito ao FGTS. Diversos perfis profissionais formais no Brasil têm esse direito, e entre eles estão:

  • Funcionários CLT (Consolidação das Leis do Trabalho);
  • Atletas Profissionais;
  • Trabalhadores Rurais Temporários;
  • Empregados Domésticos;
  • Trabalhadores Avulsos, Intermitentes, Rurais e Temporários.

É importante ressaltar que o direito ao FGTS não se limita apenas à situação de demissão sem justa causa, mas também abrange outros eventos como a aposentadoria, saque-aniversário, compra da casa própria, entre outros, como mencionado anteriormente.

Portanto, aqueles que se enquadram nas categorias acima podem usufruir do Crédito de JAM como parte dos rendimentos acumulados em seus saldos de FGTS.

Gostou de conhecer sobre o crédito de JAM e saber como funciona dentro do FGTS? Acesse o sistema da Caixa e consulte o rendimento de seu benefício. E aproveite para navegar no site e ter mais dicas financeiras.

Você também vai gostar