Deságio: o que é e o que significa?

Tire suas dúvidas sobre o deságio e saiba o que ele realmente significa.

Por Igor em 16/06/2023
Gráfico de deságios no mercado

No mundo das finanças, diversos termos aparecem e trazem dúvidas para aqueles que estão começando a se inserir neste meio. Assim, é necessário conhecer cada um deles para que se tenha certeza de que está no caminho certo.

E um dos termos que aparece sempre trazendo dúvidas é o “deságio”. Você sabe o que ele significa? E por que é importante conhecer dentro do contexto financeiro e econômico?

Nesta matéria, vamos tirar as suas dúvidas e mostrar o que é o deságio.

O que é deságio?

O deságio pode aparecer em diversos contextos. E é por isso que ele pode ter diversos significados, de acordo com o que se está em torno dele.

Em termos gerais, o deságio é um valor cobrado abaixo do valor nominal de um produto, como um imóvel, ou o valor a menos que se paga em uma operação financeira, como a compra de títulos ou investimos.

Assim, de acordo com este contexto, ao se referir ao deságio, há uma referência a este valor a menos que será pago, ou seja, uma espécie de desconto no valor nominal do produto ou serviço em questão.

Ágio e Deságio, o que é?

Quando se fala em deságio, é comum se falar também em ágio, que é o termo oposto. Assim, de forma simples, ambos os termos estão interligados e trazem significados dentro da operação em que se propõem a acontecer.

O ágio é um termo empregado quando uma mercadoria ou operação financeira está sendo transacionada a um preço acima do valor de referência. Em outras palavras, quando dizemos que um ativo está com ágio, significa que seu preço de aquisição excede o seu valor de mercado.

O deságio é o oposto do ágio, caracterizando-se pela aquisição de um bem por um valor abaixo de seu valor real. Em termos simples, o deságio pode ser definido como a discrepância entre o valor de mercado de um produto e o preço de compra quando este é inferior ao valor de mercado.

Assim, de maneira geral, é possível dizer que o ágio representa uma cobrança adicional, enquanto o deságio corresponde a um desconto aplicado na aquisição de um produto, com base nas condições do mercado e do ativo em questão.

Quais são os exemplos de ágio e deságio?

Para que fique mais claro, veja alguns exemplos de ágio e deságio no mercado financeiro:

Exemplo de Ágio

  • Ações: Quando uma ação é negociada a um preço acima do seu valor intrínseco, dizemos que está com ágio. Por exemplo, se uma ação tem um valor justo de mercado de R$ 100, mas está sendo negociada a R$ 120, há um ágio de R$ 20.
  • Imóveis: Se uma propriedade é vendida por um valor superior ao seu valor de avaliação ou ao preço médio de imóveis semelhantes na região, caracteriza-se um ágio. Por exemplo, se um apartamento é avaliado em R$ 500.000, mas é vendido por R$ 600.000, existe um ágio de R$ 100.000.

Exemplo de Deságio

  • Títulos de dívida: Quando um título de dívida é adquirido por um valor abaixo do seu valor nominal, temos um deságio. Por exemplo, se um título de dívida com valor nominal de R$ 1.000 é comprado por R$ 900, ocorre um deságio de R$ 100.
  • Leilões: Em leilões de bens ou mercadorias, se um item é vendido por um valor inferior ao seu preço de mercado, configura-se um deságio. Por exemplo, se um objeto possui um valor estimado de R$ 1.000, mas é arrematado por R$ 800, houve um deságio de R$ 200.

Quais são os contextos em que o deságio aparece?

O deságio acontece em diversos contextos diferentes. Confira alguns dos momentos onde você pode encontrar o deságio:

  • Títulos de dívida: No mercado de títulos de dívida, como debêntures e títulos públicos, é comum ocorrer deságio. Isso acontece quando esses títulos são emitidos com um valor nominal, mas são adquiridos no mercado secundário por um valor abaixo desse valor nominal. O deságio é uma forma de compensação para os investidores, uma vez que estão adquirindo o título por um preço inferior ao seu valor nominal.
  • Leilões: Em leilões de bens ou mercadorias, é frequente observar o deságio. Os lances feitos pelos compradores podem resultar em um preço final abaixo do valor de mercado do item leiloado. Isso ocorre quando a demanda é menor ou quando os compradores têm a oportunidade de adquirir o produto por um preço reduzido.
  • Investimentos em empresas: No contexto de investimentos em empresas, especialmente em startups, pode haver a negociação de ações com deságio. Isso acontece quando um investidor adquire ações da empresa por um preço inferior ao valor estimado ou ao valor de investimentos anteriores. O deságio reflete uma negociação vantajosa para o investidor, considerando as condições do mercado e as características da empresa.
  • Vendas promocionais: Em promoções e liquidações de produtos, é comum que sejam oferecidos descontos aos consumidores. Esses descontos podem ser considerados como deságio, uma vez que os produtos estão sendo adquiridos por um valor inferior ao preço original de mercado.
  • Imóveis: no mercado imobiliário é bem comum encontrar o deságio dentro das operações de venda de imóveis, uma vez que, dependendo de diversos fatores, o imóvel pode ser vendido a um valor bem abaixo do nominal, gerando um deságio naquela operação.

Como calcular o deságio?

O cálculo do deságio acontece de maneira bem simples. Para isso, são necessárias algumas informações básicas. Confira a fórmula:

Valor nominal – valor negociado do produto/serviço = valor do deságio

Com essa fórmula simples, é possível saber os valores certos do deságio de uma operação financeira ou da venda de um produto.

Perguntas frequentes

O que é o deságio imobiliário?

O deságio imobiliário é uma expressão utilizada para descrever a diferença entre o valor de mercado de um imóvel e o valor mais baixo pelo qual ele é vendido ou avaliado em determinada situação.


O que é deságio em ações?

O deságio em ações refere-se à diferença entre o valor de mercado de uma ação e o seu preço de venda ou avaliação em determinada circunstância.


O que é deságio no direito?

No âmbito jurídico, o termo "deságio" pode ser utilizado em diferentes contextos. No direito financeiro, especialmente no âmbito dos títulos de crédito, o deságio se refere a uma redução no valor nominal de um título. Em determinadas circunstâncias, um título de crédito, como uma nota promissória ou uma duplicata, pode ser negociado com um desconto em relação ao seu valor nominal. Em licitações públicas, o deságio é uma modalidade de critério de julgamento utilizado para seleção de fornecedores ou prestadores de serviços.


O que é precatório com deságio?

Um precatório com deságio refere-se a uma situação em que o titular de um precatório, que é um título de dívida emitido pelo Estado para pagar uma obrigação decorrente de uma decisão judicial, opta por vendê-lo a terceiros antes do seu vencimento, aceitando um valor abaixo do montante original do precatório.


O que é deságio em milhas?

O deságio em milhas refere-se à aplicação de um desconto na utilização de milhas aéreas ou programas de fidelidade para a compra de passagens aéreas, upgrades de classe, reservas de hotéis, aluguel de carros ou outros benefícios oferecidos pelos programas de recompensa. Em alguns casos, as companhias aéreas ou empresas que administram os programas de fidelidade oferecem a opção de resgatar milhas para obter descontos ou benefícios especiais. Esse desconto é conhecido como deságio em milhas.


Você também vai gostar