Produto ou serviço? Você sabe a diferença? Entenda tudo aqui!

Veja como conceituar produto e serviço e entender sua diferença!

Por Igor em 23/10/2023
Comparação gráfica entre produto e serviço.

Sim, eu te entendo!

As palavras “produtos” e “serviços” em muitos contextos podem se confundir, criando uma barreira para quem busca uma diferenciação clara entre elas. É comum nos depararmos com essa ambiguidade, especialmente em situações onde precisamos tomar decisões financeiras ou estratégicas. Afinal de contas, existem inclusive diferença tributárias entre produtos e serviços.

Para desfazer essa confusão, vamos explorar de maneira objetiva e direta as características distintivas de produtos e serviços. Ao longo deste texto, iremos esmiuçar cada termo para que ao final tenhamos uma compreensão sólida e prática, apta a auxiliar em diversas situações do mundo empresarial.

Veja nesse artigo:

Qual a diferença entre produtos e serviços?

A principal diferença entre produtos e serviços reside na tangibilidade: produtos são bens físicos que podem ser tocados e armazenados, enquanto serviços são intangíveis e envolvem uma atividade realizada para atender às necessidades de um cliente. Em resumo, produtos são algo que você pode segurar, enquanto serviços são ações que alguém faz por você.

Além da tangibilidade e da capacidade de inspeção antes da compra, há uma série de outras diferenças fundamentais entre produtos e serviços que influenciam diretamente a forma como os negociamos, consumimos e gerenciamos. Veja o detalhamento de algumas delas nos próximos tópicos!

Armazenamento e Durabilidade

Produtos têm a vantagem de poder ser armazenados por longos períodos sem deterioração, ao contrário de muitos serviços que são temporais e não podem ser preservados para uso futuro. Por exemplo, enquanto uma refeição em um restaurante não pode ser guardada para consumo posterior, um alimento embalado pode ser armazenado por um período prolongado.

Características Físicas e Avaliação

Produtos podem ser avaliados visualmente e fisicamente antes da compra, permitindo aos consumidores verificar sua qualidade e adequação às suas necessidades. Por outro lado, os serviços muitas vezes não podem ser avaliados antecipadamente, o que pode gerar incerteza sobre a qualidade e a entrega.

Gestão e Disponibilidade

Produtos exigem uma gestão logística que abrange aspectos como armazenamento, transporte e controle de estoque. Enquanto isso, serviços não têm a preocupação com estoque físico, mas sim com a gestão de recursos humanos, agendamento e disponibilidade de profissionais.

Propriedade e Execução

Produtos envolvem a transferência de propriedade do vendedor para o comprador, enquanto serviços se concentram na execução de uma tarefa específica. Por exemplo, ao comprar um carro, o cliente se torna proprietário do veículo, mas ao contratar um serviço de transporte, ele paga pelo serviço prestado sem se tornar proprietário do veículo utilizado.

Exemplos de produtos

Ao explorarmos exemplos concretos de empresas renomadas que lidam exclusivamente com produtos, podemos entender melhor a diversidade e a amplitude desse setor.

Essas empresas abaixo são conhecidas por sua capacidade de criar e comercializar uma variedade impressionante de produtos que atendem às necessidades e desejos dos consumidores em todo o mundo. Abaixo, apresento três empresas amplamente reconhecidas, juntamente com alguns dos produtos emblemáticos que oferecem:

Empresa Produtos
Apple Inc. iPhone, iPad, MacBook, AirPods, Apple Watch
Nike Inc. Tênis de corrida, roupas esportivas, acessórios, mochilas, bolas
Coca-Cola Company Coca-Cola, Sprite, Fanta, Dasani, Powerade

Exemplos de serviços

Empresas que se destacam na prestação de serviços oferecem uma gama diversificada de soluções para atender às necessidades dos clientes. Vamos examinar algumas empresas notáveis e os serviços que elas oferecem:

Empresa Serviços
Airbnb Hospedagem compartilhada, experiências locais
Uber Technologies Transporte de passageiros, entrega de comida
Amazon.com Inc. Comércio eletrônico, serviços de streaming, AWS

Aprenda aqui a como fazer uma proposta de prestação de serviços.

Quais os produtos e serviços mais comuns no mercado?

No cenário mercadológico do Brasil, tanto o setor de serviços quanto o de produtos desempenham papéis essenciais na economia do país. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor de serviços representa uma parcela significativa do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, contribuindo com cerca de 75% da atividade econômica do país em 2020. Esse setor abrange uma ampla gama de atividades, desde serviços financeiros e de saúde até transporte e turismo, refletindo a diversidade e a complexidade da economia brasileira. Fonte: IBGE

Já o setor de produtos também é fundamental para a economia do Brasil, englobando indústrias que fabricam uma vasta gama de bens de consumo e industriais. Segundo o IBGE, a produção industrial brasileira teve um crescimento significativo em 2021, impulsionada pela recuperação econômica e pela demanda interna e externa por produtos manufaturados. Esses dados destacam a importância tanto dos serviços quanto dos produtos na dinâmica econômica do Brasil, evidenciando oportunidades para empreendedores e investidores em ambos os setores.

Abaixo, apresento uma visão geral dos produtos e serviços mais comuns atualmente em alta demanda:

Produtos Serviços
Smartphones Serviços de entrega de alimentos
Roupas Serviços de consultoria financeira
Computadores e laptops Serviços de limpeza doméstica
Alimentos embalados Serviços de cuidados infantis
Cosméticos Serviços de design gráfico
Acessórios eletrônicos Serviços de marketing digital
Produtos de higiene pessoal Serviços de coaching profissional
Artigos de decoração Serviços de manutenção residencial
Equipamentos esportivos Serviços de transporte de passageiros
Brinquedos Serviços de entretenimento em eventos

E as diferenças tributárias entre produtos e serviços?

Ao considerar as implicações tributárias, é crucial destacar as diferenças significativas entre os negócios que vendem serviços e os que vendem produtos.

No Brasil, os tributos podem variar de acordo com a natureza da atividade comercial, impactando diretamente a rentabilidade e a viabilidade financeira do empreendimento. Negócios que vendem produtos geralmente estão sujeitos a tributos como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS).

Por outro lado, os negócios que prestam serviços podem estar sujeitos a tributos como o Imposto sobre Serviços (ISS) e o Imposto de Renda (IR), além de contribuições previdenciárias específicas para profissionais autônomos.

É importante considerar cuidadosamente essas diferenças tributárias ao planejar um novo empreendimento, pois elas podem ter um impacto significativo na estrutura de custos e na lucratividade do negócio.

Recomenda-se buscar orientação de profissionais especializados em contabilidade e planejamento tributário para tomar decisões informadas e maximizar os benefícios fiscais disponíveis em cada categoria de negócio. Para mais informações sobre tributação de empresas no Brasil, consulte o site da Receita Federal do Brasil.

Como classificar meu negócio entre produtos ou serviços?

Determinar se o seu negócio é um produtor de bens ou um provedor de serviços é crucial para definir o regime tributário e as responsabilidades legais.

Avalie cuidadosamente a natureza predominante da oferta do seu negócio: se são produtos físicos ou serviços intangíveis. É importante considerar que, em algumas situações, o seu empreendimento pode envolver ambos.

Para evitar problemas jurídicos e garantir que a sua empresa esteja devidamente enquadrada, é recomendável buscar orientação de um contador ou especialista em questões fiscais, que poderá oferecer insights sobre as melhores práticas adequadas ao seu tipo de negócio.

Compreender a distinção entre produtos e serviços é essencial para alcançar o sucesso empresarial e uma gestão financeira eficaz.

Atribuir a classificação adequada ao seu empreendimento acarreta implicações significativas tanto legais quanto tributárias, as quais podem influenciar diretamente a lucratividade do seu negócio. Por isso, reserve tempo para analisar minuciosamente o seu modelo de negócios e busque aconselhamento especializado, se necessário.

Perguntas Frequentes

Como saber se tenho um produto ou serviço?

De maneira simples, produtos são tangíveis e serviços intangíveis. Essa classificação é a mais simples e mais fácil de se fazer.


Por que devo saber se ofereço produto ou serviço?

Cada empresa tem que ter o registro correto do que oferece, sabendo se é produto ou serviço, para que pague os impostos corretos e não tenha problemas com fiscalização.


Você também vai gostar