Endossar cheque: o que é e para que serve e como fazer?

Saiba tudo que você precisa sobre o endosso de cheque e como funciona na prática.

Por Igor em 28/03/2023
cheque com endosso

O cheque é uma das formas que ainda é bem utilizada no Brasil para a realização de pagamentos, seja de empresas ou de pessoas físicas. Ainda que outros meios sejam utilizados, se tem dúvidas sobre o cheque, preenchimento e, principalmente, sobre como endossar o cheque.

Por isso, reunimos informações práticas para que você saiba tudo sobre o endosso de cheque, descobrindo o que é e como fazer com segurança para que não tenha problemas na hora de pagar e de depositar.

Acompanhe a matéria e veja tudo que você precisa saber.

O que é endossar um cheque?

De uma forma simples, endossar o cheque é uma operação em que o portador de um cheque transfere a propriedade e os direitos de crédito para um terceiro, por meio da indicação realizada no próprio documento.

Ou seja, você passa o direito de recebimento do valor do cheque para outra pessoa, de forma que ela passa a ser a proprietária daquele título e indicado seu nome como a pessoa que fez a transferência de titularidade.

Para efetuar essa transação, é preciso assinar o verso do cheque e identificar o nome do novo beneficiário, que assumirá os direitos sobre o título.

Tenha atenção, já que todos os cheques emitidos à ordem podem ser endossados, ou seja, podem ser transferidos. Apenas cheques emitidos e claramente indicados como não à ordem não podem ser endossados.

Para que endossar um cheque?

O endosso do cheque acontece no momento em que você recebeu um cheque e quer realizar o pagamento em outro estabelecimento com ele. Ou seja, você não vai fazer a troca daquele cheque, mas transferir o título para que outra pessoa o faça.

Neste momento, é necessário indicar que você está transferindo o cheque para outro, fazendo a assinatura e colocando seu número de CPF no verso. Isso está indicando que você usou um cheque de terceiro, que você recebeu, e que, em caso de problema, será cobrado de você.

Assim, sempre que você precisar ou quiser usar este título para fazer pagamento em outro lugar, você precisa endossar o cheque.

Como endossar um cheque?

O processo de endosso do cheque é simples e você deve realizar no momento em que estiver transferindo este cheque para outra entidade ou pessoa física.

  • Verifique se o cheque recebido foi preenchido corretamente.
  • Confira os dados da pessoa ou entidade a receber o cheque.
  • No verso do documento, preencha com seu nome, CPF, data, valor do pagamento e assine.
  • Entregue o cheque endossado para fazer o pagamento.

Pronto. Agora o título está em posse da outra pessoa e ela irá até o banco para fazer o depósito daquele documento.

Vale lembrar ainda que existem duas modalidades de endosso de cheque:

Endosso em preto

O cheque endossado em preto é aquele que indica claramente quem é a pessoa que vai receber o valor do título.

Para isso, é preciso fazer a indicação de quem é o beneficiário, com os dados corretos de quem vai receber o valor. Este, por sua vez, pode usar o cheque para realizar as operações que desejar, como depósito, troca, repasse etc.

Endosso em branco

O endosso em branco não indica quem é a pessoa que vai receber o cheque.

Para endossar o cheque em branco, você deve apenas assinar e datar atrás do cheque, repassando para a outra pessoa.

Com isso, a pessoa que receber pode repassar, depositar, trocar, sem problemas.

Se desejar, ele também pode endossar em preto, bastando inserir o seu nome como beneficiário daquele título.

Quais são as formas de endossar cheque?

Na hora de fazer o endosso do cheque, saiba que existem quatro formas de realizar este tipo de ato. Veja, abaixo, cada um deles e como funciona para que seu título tenha valor:

Endosso de cheque com assinatura

A forma mais comum de se endossar o cheque é através da assinatura do documento no verso. Isso quer dizer que ele tem valor e vai ser verificado de acordo com os dados da pessoa que fizer o endosso.

Para isso, no verso é necessário se ter todos os dados da pessoa que endossar o título: nome completo, CPF, endereço, valor e assinatura válida. Caso não tenha esses dados, o banco não vai processar o cheque.

É importante destacar também que o cheque endossado corretamente pode ser configurado como pré-datado, desde que se preencha com a data certa para o pagamento.

Cheque endossado para depósito

No caso deste tipo de endosso de cheque, você aumenta a segurança do documento, já que, na hora de entregar a documentação, a pessoa que receber não pode repassar, apenas depositar o cheque.

Para que isso aconteça, no verso do cheque você deve escrever na parte superior: “Apenas para depósito”.

Com isso, o cheque não pode ser trocado e o banco vai verificar sua autenticidade. Em caso de perdas, é a forma mais segura de se cancelar um cheque. Da mesma forma, para cheques enviados por correspondência, é uma forma de aumentar a segurança.

Endossar cheque para transferência de valores para outra pessoa

Se o seu objetivo da emissão do cheque é transferir para outra pessoa, existe uma forma simples de endossar seu cheque.

Na hora de preencher, você deve escrever assim: “pagar à ordem” e então incluir o nome da pessoa no cheque.

Com isso, a pessoa pode ir ao banco receber o valor diretamente. Se desejar, ela também pode fazer o depósito do dinheiro.

É importante ter em mente que em caso de cheques com valores altos, o banco pode solicitar a presença da pessoa que emitiu para que o pagamento aconteça, como uma forma de segurança na transação.

Endossar cheque comercial

Por fim, se você precisa fazer o endosso de cheque no meio comercial, você deve indicar no verso todas as informações para que o mesmo tenha valor diante do banco.

Isso significa que você deve indicar seu estabelecimento comercial, o seu nome, todas as informações da empresa (CNPJ, endereço) e, por fim, assinar para que tenha o cheque emitido de forma correta.

Assim, na hora de transmitir seu cheque endossado, não terá problemas com o banco.

Alguns cuidados com o cheque endossado!

Existem alguns cuidados que você precisa ter ao endossar o cheque ou ao receber um cheque endossado. Isso para que você não tenha problemas na hora de fazer o recebimento de seu dinheiro ou pagamento de contas:

  • Preste atenção se o cheque está cruzado. Caso esteja, o beneficiário pode apenas depositar. Se não, ele pode fazer a troca direta no banco.
  • Para pagamentos mais seguros, é recomendado que você endosse o cheque, na modalidade em preto para que apenas aquele a quem se destina possa fazer o recebimento.
  • Cuidado ao receber cheques. A recomendação é que você receba cheques endossados de empresas que realmente sejam de confiança ou pessoas que você conheça bem.

Tomando esses cuidados, o cheque endossado pode ser uma forma mais segura de se ter o valor recebido.

Perguntas frequentes

Quem endossa o cheque é responsável?

Sim. Você passa a ser o responsável pelo cheque para a pessoa a quem você endossou. Assim, em caso de problemas, ela virá até você e você terá que ir até a pessoa que emitiu o cheque.


É preciso endossar um cheque para depositar?

O cheque deve ser endossado, indicando atrás a agência e a conta que se deve receber o valor daquele título. Se for um cheque endossado a terceiro, você deve ainda assinar e indicar o novo beneficiário.


Como endossar um cheque nominal para outra pessoa?

Para endossar o cheque nominal a outra pessoa, você deve indicar no verso quem é o novo beneficiário do título, colocando também o seu nome, CPF, data e valor a ser pago. Não esqueça de assinar.


Quantas vezes pode-se endossar um cheque?

Não existe limitações de vezes do endosso do cheque. Entretanto, é possível proibir um novo endosso quando ele é destinado a uma pessoa ou empresa (endosso em preto), de forma que o banco possa não pagar por ele.


O que é endosso em branco no cheque?

Endosso em branco no cheque é quando você apenas assina atrás, passando o direito do cheque para outra pessoa, mas não indica quem é o novo beneficiário.


Você também vai gostar