Margem consignável: o que você precisa saber

Por Geniuzz em 27/12/2021

Primeiramente o empréstimo consignado é um tipo de crédito com várias vantagens, como juros mais baixos e maior prazo para pagamento. 

A princípio contar com o dinheiro obtido com um empréstimo dessa modalidade pode ser útil para tirar muita gente do sufoco ou ajudar a realizar sonhos.

No entanto, um dos itens mais importantes para quem quer contratar um empréstimo consignado, definitivamente é dominar a margem consignável.

Assim, vamos te ajudar a entender o que é a margem consignável e qual é o valor máximo estipulado pela legislação brasileira.

O que é margem consignável?

Entretanto há um limite para o valor das parcelas que serão descontadas do salário ou benefício. 

Contudo isso se chama margem consignável.

Com isso, o valor que deve ser usado para quitar a dívida do empréstimo.

 Enfim, não pode ultrapassar o limite estabelecido em lei, que geralmente é entre 30% e 35% do salário, aposentadoria, pensão ou benefício do solicitante.

Em algumas situações também há a possibilidade de contratação do cartão de crédito consignado, que pode consumir o percentual adicional de 5% da renda de quem o contrata.

Como ela funciona?

Durante a solicitação do empréstimo consignado, é verificado o valor do salário, aposentadoria, pensão ou benefício que a pessoa recebe. Em seguida, a empresa considera possível para a pessoa e, então, define o valor do empréstimo. 

A soma das parcelas do crédito tomado não pode ser maior do que a margem consignável. Isso é importante porque quem tem direito ao consignado pode pedir mais de um empréstimo. É, portanto, um instrumento de controle para evitar o endividamento.

Em cada empréstimo consignado que é solicitado.

Assim é preciso fazer a averbação do contrato para a liberação do crédito. Na prática, isso significa a retenção da margem e do valor da parcela do empréstimo que foi pedido. 

Como consultar ?

Aposentados e pensionistas do INSS podem checar a margem consignável do benefício no Extrato de Empréstimos Consignados, de forma gratuita, no aplicativo ou site Meu INSS. 

Já os servidores públicos podem consultar por meio do gov.br, que traz o contracheque online.

Também dá para fazer a consulta pelo site ou aplicativo SouGov, que é a ferramenta do Governo Federal que centraliza uma série de recursos relacionados a portais públicos federais.

©2024 | Todos os direitos reservados a Geniuzz