Limpe seu nome em tempo recorde: dicas essenciais para recuperar sua saúde financeira

Por Geniuzz em 23/08/2022

A realidade de mais de 75% da população brasileira é a inadimplência financeira, ou seja, eles possuem pelo menos uma conta que fizeram e não pagaram. Dessa forma, a partir do terceiro mês de atraso, as empresas enviam o nome do devedor para uma lista de mal pagadores, o Serasa.

Muito além do que somente uma lista, essa instituição também é a responsável por calcular o Score das pessoas que, nada mais é do que a pontuação de pagamento de cada consumidor.

Ele vai de 0 (zero) a 1000 e quanto mais próximo do mil, maiores são as chances de você conseguir crédito com juros baixos no mercado.

Quanto menor o seu Score, quando ou se você conseguir uma linha de crédito, mais juros serão imputados nas parcelas do acordo.

Isso acontece porque a empresa fica receosa de liberar a quantia e o cliente não pagar e essa é a forma que eles usam de se proteger dessa situação.

Se esse é o seu caso e você está sendo classificado como um mal-pagador, veja a seguir algumas dicas muito importantes que vão te ajudar a resolver a sua situação e a não entrar mais em dívidas.

Dica nº 1: entenda a sua realidade financeira e aprenda a limpar seu nome em pouco tempo

Muitas pessoas ficam apavoradas ao saberem que seu CPF será protestado e que elas terão seu nome nos birôs de crédito (Serasa e SPC).

Por isso, acabam caindo no jogo das instituições financeiras e fechando acordos de pagamento absurdos, com juros altos e um número de parcelas muito grandes.

Por isso, antes mesmo de pensar em negociar ou quitar seus débitos.

É muito importante entender a sua situação financeira e o valor máximo que você poderá se comprometer sem correr o risco de não pagar novamente.

Dica nº 2: mantenha a calma

Uma atitude muito comum quando as pessoas começam a anotar suas pendências, é se assustarem com o valor delas, isso acontece de propósito.

Porque é uma forma de os bancos deixarem seus clientes mais nervosos e ansiosos e conseguirem fechar bons acordos para eles, com juros mais altos.

Por isso, mantenha a calma e descubra o valor inicial da sua dívida, ou seja, aquele que você fechou no ato da compra, sem os juros de atraso de pagamento.

Dica nº 3: saiba dos seus ganhos e gastos

No momento de começar a negociação, é importante ter ciência do valor máximo ao qual você poderá se comprometer a pagar.

Mensalmente para não atrapalhar seus gastos fixos e variáveis e ainda ficar dentro dos seus ganhos.

Caso você analise e perceba que não há dinheiro sobrando, será necessário pensar em formas de fazer renda extra, ou seja, ter um trabalho secundário que te dê mais dinheiro.

Dica nº 4: se torne um investidor

Depois de resolver sua situação financeira, para evitar que você caia novamente na bola de neve das dívidas e dos juros, se torne um investidor.

Faça uma reserva de emergência para ter um dinheiro na mão nos momentos difíceis e não previstos.

Enfim, separe uma quantia mensal para investir em títulos, ações e outros ganhos de capital.

SAIBA COMO LIMPAR O SEU NOME

©2024 | Todos os direitos reservados a Geniuzz