Cheque Nominal: Guia Completo

Saiba quando usar um cheque nominal e para que ele serve.

Por Igor em 03/04/2023
cheque cruzado sendo assinado

No Brasil, o cheque ainda é muito utilizado para realizações de pagamentos, principalmente entre empresas. Por isso, é preciso ter certos cuidados de segurança para saber que ele será descontado da maneira certa. E o cheque nominal é uma dessas formas.

Neste artigo vamos trazer para você todas as informações necessárias para que você saiba o que é e como funciona um cheque nominal, de maneira que, assim, você tire todas as dúvidas na hora de preencher.

Acompanhe até o final e saiba mais!

O que é um cheque nominal?

Um cheque nominal é um tipo de cheque que tem o nome do beneficiário especificado na linha “pagar a ordem de” do cheque. Isso significa que somente a pessoa nomeada no cheque pode receber o valor especificado nele.

Esse tipo de cheque é uma forma comum de pagamento e pode ser usado em diversas transações, desde pagamento de contas e serviços até transações comerciais. Ele é útil tanto para quem emite o cheque quanto para quem o recebe, pois oferece segurança e confiabilidade para ambas as partes envolvidas.

Como funciona um cheque nominal?

Um cheque nominal funciona de maneira bem simples e direta, permitindo que o beneficiário faça o saque do valor especificado naquele título.

O banco, ao receber o cheque, confere a linha “pagar a ordem de” e confere o nome da pessoa, pedindo um documento para que se possa fazer a troca do cheque pelo valor em dinheiro.

Assim, somente a pessoa que tem o nome especificado é que pode receber o valor do cheque, de maneira que se garanta mais segurança no pagamento.

Quando se deve emitir um cheque nominal?

O cheque nominal deve ser emitido sempre que for possível, já que garante a segurança maior do título e a troca.

Em geral, as pessoas emitem nas seguintes situações:

  • Pagamento de serviços ou produtos: em transações comerciais, o cheque nominal é uma forma segura de pagamento, pois especifica claramente o beneficiário do pagamento e evita erros ou fraudes.
  • Pagamento de aluguel: ao pagar o aluguel de um imóvel, é comum emitir um cheque nominal para o proprietário do imóvel, garantindo que o pagamento seja feito diretamente a ele.
  • Pagamento de salários: muitas empresas utilizam o cheque nominal para pagar salários e benefícios a seus funcionários, garantindo que o pagamento seja feito diretamente aos beneficiários.
  • Transferência de dinheiro entre pessoas: em transações financeiras entre pessoas físicas, o cheque nominal pode ser uma forma segura de transferir dinheiro de uma conta bancária para outra.

Assim, o cheque nominal é indicado quando se deseja especificar claramente o beneficiário do pagamento e garantir a segurança da transação.

Como deixar o cheque nominal?

Emitir um cheque nominal é bem simples. Tudo depende de preencher a linha “pagar a ordem de” com o nome da pessoa que se deve receber o valor do título.

Assim, é preciso que, na hora de preencher, você tome alguns cuidados:

  • Conferir o nome do beneficiário.
  • Preencher a linha do cheque “pagar a ordem de” com o nome completo da pessoa, igual está no documento.
  • Preencher de maneira legível e que o banco possa fazer a conferência dos dados.

Vantagens e desvantagens do cheque nominal

Confira uma lista das vantagens e desvantagens de preencher um cheque nominal:

Vantagens

  • Maior segurança na hora de emitir um cheque.
  • Certeza de que ele vai ser descontado pelo beneficiário correto.
  • Garantia de pagamento de serviços e valores e melhor controle dos cheques emitidos.

Desvantagens

  • Se for um cheque “não à ordem”, ele só poderá ser sacado pelo beneficiário.
  • Cheques nominais “à ordem” podem ser endossados.
  • O prazo de validade do cheque é de 180 dias.

Quais são os tipos de cheque nominal?

Basicamente, existem três tipos de cheques nominais. Confira:

Cheque nominal cruzado

Neste tipo de cheque, além de preenchido com o nome do beneficiário, há duas linhas paralelas no canto superior esquerdo do cheque, indicando que o cheque só pode ser depositado em uma conta bancária e não pode ser sacado em dinheiro na boca do caixa.

O cheque nominal cruzado é uma forma de aumentar ainda mais a segurança da transação e evitar fraudes.

Cheque nominal à ordem

Aqui, a linha “pagar à ordem de” é preenchida (e pode ser cruzado ou não). A diferença é que o beneficiário indicado no cheque pode transferir o valor do cheque a outra pessoa ou empresa por meio de endosso.

Isso significa que o beneficiário pode assinar o verso do cheque e indicar o nome do novo beneficiário, que passa a ser o legítimo dono do cheque.

Para preencher este tipo de cheque nominal, basta preencher normalmente.

Cheque nominal não à ordem

O cheque nominal não à ordem indica que o beneficiário no cheque não pode transferir o valor do cheque a outra pessoa ou empresa por meio de endosso.

Isso significa que o cheque só pode ser depositado na conta bancária do beneficiário indicado no cheque e não pode ser transferido para outra pessoa. É uma forma de garantir ainda mais segurança.

Para preencher dessa forma, risque a frase do cheque “pagar à ordem de” e escreva, antes do nome do beneficiário, a frase “não à ordem”.

Perguntas frequentes

Como preencher um cheque nominal?

Para preencher o cheque nominal, coloque o nome do beneficiário na linha “pagar à ordem de”. Preencha com o nome legível e igual ao documento.


Cheque nominal pode ser endossado?

Um cheque nominal emitido “à ordem” pode ser endossado sim. Para que o cheque não seja endossado, é necessário riscar “à ordem” e escrever “pagar não à ordem”. Assim, somente o beneficiário pode receber.


Quanto tempo leva para cair um cheque nominal?

Se depositado até às 16h, o cheque nominal leva 1 dia útil para entrar na sua conta. Depois deste horário, ele vai levar 2 dias úteis.


Posso depositar o cheque nominal de outro banco na minha conta?

Sim. Estando nominal para você, pode ser depositado sem problemas em sua conta, independente do banco.


Posso depositar o cheque nominal na conta de outra pessoa?

Se o cheque nominal for emitido à ordem, você pode endossar o cheque, assinando atrás e indicando o novo beneficiário. Caso seja emitido “não à ordem”, somente pode ser depositado na sua conta.


Você também vai gostar