Saque corre: descubra o que é e como funciona!

Veja o que é o saque corre e saiba como funciona esta tarifa bancária.

Por Igor em 14/11/2023
Mulher com dinheiro após saque corre

Para todos que usam os bancos para suas atividades diárias, termos desconhecidos podem gerar dúvidas e preocupações para os clientes. Um desses termos que frequentemente aparece nos extratos da Caixa Econômica Federal (CEF) é o “Saque Corre”.

Você sabe o que ele significa e como funciona esta tarifa? Neste artigo, mostraremos tudo que você precisa saber sobre o saque corre, explicando o que é, como funciona e quais são os limites estabelecidos pela Caixa.

Acompanhe a matéria para saber mais sobre o saque corre.

O que é o Saque Corre?

O termo “Saque Corre” refere-se a uma tarifa bancária aplicada pela Caixa Econômica Federal a clientes que realizam saques em correspondentes do banco, como lotéricas e pontos de atendimento Caixa Aqui.

Dentro dessa definição, o termo “corre” deriva de “correspondentes bancários”, indicando locais que oferecem serviços financeiros, mas não são agências da Caixa.

Essa tarifa também é aplicada quando o cliente ultrapassa o limite de saques gratuitos estabelecido pela Caixa, o que gera dúvidas e incertezas entre os usuários.

Como funciona o Saque corre?

Quando um cliente realiza um saque em um correspondente, como supermercados, farmácias ou lotéricas, o valor é deduzido de sua conta, e a tarifa do “Saque Corre” é aplicada.

Essa tarifa visa cobrir os custos operacionais da infraestrutura da CEF necessários para oferecer serviços financeiros em toda a sua rede de correspondentes bancários.

A Caixa Econômica Federal estabelece um limite de saques gratuitos por mês, geralmente em torno de dois saques. Ao exceder esse limite, o cliente passa a ser tarifado a cada saque adicional, e essas cobranças aparecem nos extratos como “Saque Corre”.

A limitação de saques visa incentivar o uso de canais digitais e caixas eletrônicos, reduzindo os custos operacionais e promovendo a segurança nas transações.

Qual o Limite de saque da Caixa?

Normalmente, a Caixa estipula um limite de dois saques gratuitos por mês para seus clientes. Esse limite se aplica tanto à conta corrente quanto à poupança. Exceder esse número resulta na aplicação da tarifa do “Saque Corre”.

A imposição de limites de saque não apenas reduz os custos operacionais do banco, mas também visa aumentar a segurança ao limitar a circulação de dinheiro em espécie, mitigando os riscos associados à criminalidade em áreas urbanas.

Quantos saques gratuitos se tem direito na Caixa?

A Caixa Econômica Federal oferece aos seus clientes, em geral, dois saques gratuitos por mês. Essa política é parte da Cesta de Serviços, que define a quantidade de transações gratuitas permitidas. Esses saques podem ser realizados em caixas eletrônicos, agências e outros canais próprios do banco.

Por isso, na hora que você tiver que usar sua conta da Caixa para fazer saques, tenha atenção à quantidade de saques permitidos, para que você não tenha que pagar a tarifa do Saque Corre.

Qual o valor da tarifa de saque corre?

O valor da tarifa de “Saque Corre” na Caixa Econômica Federal pode variar de acordo com o tipo de conta, serviço e o valor da operação.

Em média, essa tarifa gira em torno de R$ 2,00. No entanto, é fundamental ressaltar que verificar o extrato regularmente é crucial para identificar possíveis variações no valor da tarifa e assegurar que esteja de acordo com o contrato estabelecido com o banco.

Por que existe tarifa no saque?

A existência da tarifa no “Saque Corre” se deve aos custos operacionais envolvidos na manutenção da rede de correspondentes bancários da Caixa.

Esses estabelecimentos, como supermercados e lotéricas, oferecem conveniência aos clientes ao disponibilizar serviços financeiros, porém, geram custos significativos para o banco. A tarifa é, portanto, uma maneira de compartilhar esses custos com os clientes que utilizam esses canais.

Além disso, a limitação de saques gratuitos e a cobrança do “Saque Corre” incentivam o uso de canais digitais e caixas eletrônicos, reduzindo os custos operacionais associados à movimentação de dinheiro em espécie e, ao mesmo tempo, promovendo a segurança nas transações.

Existe possibilidade de cancelamento do saque corre?

Infelizmente, não é possível solicitar o cancelamento retroativo do “Saque Corre”, uma vez que essa tarifa é aplicada automaticamente quando o cliente realiza saques em correspondentes do banco e excede o limite de saques gratuitos.

Por isso, é necessário ter atenção na hora de fazer os seus saques de sua conta da Caixa para que você não tenha problemas com o pagamento de tarifas, como o saque corre.

Assim, se você precisa fazer saques no banco, existem algumas medidas que podem ser tomadas para que você não tenha que pagar o saque corre.

Como evitar cobrança do saque corre?

Para você que é cliente da Caixa, existem algumas formas de evitar a cobrança do saque corre, de forma que você minimize os gastos com tarifas no banco. Confira o que fazer:

  • Controle dos Saques Mensais: A forma mais eficaz de evitar a cobrança do “Saque Corre” é controlar a quantidade de saques realizados mensalmente. Conhecendo o limite de saques gratuitos disponíveis na Cesta de Serviços, os clientes podem planejar suas transações financeiras de maneira a não ultrapassar esse limite.
  • Negociação com a Caixa: Em alguns casos, é possível negociar com a Caixa Econômica Federal para obter condições mais favoráveis, como a liberação de uma quantidade maior de saques gratuitos. Entrar em contato com a agência e expressar a necessidade pode resultar em uma negociação que atenda às expectativas do cliente.
  • Privilegiar Canais Digitais e Caixas Eletrônicos: Utilizar os canais digitais da Caixa e os caixas eletrônicos do banco é uma maneira eficaz de evitar a tarifa do “Saque Corre”. Essas transações são consideradas dentro dos limites gratuitos estabelecidos, proporcionando praticidade, segurança e comodidade aos clientes.
  • Considerar Conta Digital: A consideração de uma conta digital é uma alternativa interessante para quem busca evitar tarifas bancárias. Muitas contas digitais oferecem isenção de tarifas e vantagens adicionais, tornando-se uma opção atraente para aqueles que desejam uma experiência bancária mais econômica.

Ao adotar essas estratégias, os clientes podem não apenas reduzir a incidência do “Saque Corre” em seus extratos, mas também otimizar o uso dos serviços bancários, alinhando-se às tendências de digitalização do setor financeiro.

Perguntas Frequentes

Você também vai gostar