O que é intranet? Para que serve e como funciona?

Você sabe o que é intranet? Veja para que serve e como funciona!

Igor: 18/06/2024

No cenário corporativo atual, onde a agilidade e a segurança das informações são cruciais, a intranet se destaca como uma ferramenta indispensável. Mas bem, o que exatamente é uma intranet?

Neste texto, vamos explorar detalhadamente o que é e como a intranet pode ser implementada. Você vai entender as principais vantagens e a segurança que a intranet oferece. Além disso, discutiremos as diferenças entre a intranet e outras soluções como a nuvem privada, ajudando a esclarecer dúvidas comuns e demonstrando como a intranet pode ser um diferencial competitivo crucial para as empresas que buscam otimizar suas operações e proteger suas informações.

Veja nesse artigo:

O que é intranet?

A intranet é uma rede privada exclusiva de uma organização, utilizada para compartilhar informações, recursos, e serviços entre os membros da empresa. Ao contrário da internet, que é pública e acessível a todos, a intranet é restrita e segura, acessível apenas a funcionários autorizados.

Essa rede interna pode incluir uma variedade de ferramentas, como portais de comunicação, sistemas de gestão de documentos, calendários compartilhados, e aplicativos empresariais, todos projetados para facilitar a comunicação e a colaboração dentro da empresa.

Projetada para otimizar processos internos, a intranet permite que as organizações centralizem e controlem o acesso às informações essenciais, reduzindo a necessidade de recursos físicos e promovendo um ambiente de trabalho mais eficiente.

Além disso, a intranet pode ser customizada para atender às necessidades específicas da empresa, integrando-se com outros sistemas e serviços utilizados pela organização.

Na prática, como funciona a intranet?

A intranet é uma rede privada dentro de uma organização que facilita a comunicação e o compartilhamento de informações entre funcionários. Ela funciona através de servidores internos, protegidos por medidas de segurança robustas, garantindo que apenas usuários autorizados possam acessar os recursos disponíveis. Na prática, os colaboradores acessam a intranet por meio de navegadores de internet comuns, utilizando credenciais fornecidas pela empresa.

A intranet oferece inúmeras utilidades que a tornam uma ferramenta atraente para as organizações:

  • Centralização de Informações: Facilita o acesso rápido e fácil a políticas internas, manuais de procedimentos, e documentos de projetos.
  • Colaboração Efetiva: Oferece ferramentas como calendários compartilhados, fóruns de discussão, e plataformas de gerenciamento de tarefas para melhorar a colaboração entre equipes.
  • Integração de Sistemas: Permite a integração com sistemas corporativos, como ERP e CRM, melhorando a eficiência operacional e a tomada de decisões.
  • Acesso Seguro: Protege informações sensíveis através de medidas de segurança robustas, garantindo que apenas usuários autorizados possam acessar os dados.
  • Aumento da Produtividade: Centraliza recursos e informações, reduzindo a redundância e permitindo que os funcionários encontrem facilmente o que precisam.
  • Melhoria na Comunicação Interna: Proporciona um ambiente controlado para a troca de ideias e informações, aumentando a coesão da equipe e melhorando a comunicação interna.

Essas funcionalidades tornam a intranet uma ferramenta essencial para otimizar as operações e fortalecer a colaboração dentro das organizações.

Qual a diferença entre uma nuvem privada e uma intranet?

Embora tanto a nuvem privada quanto a intranet sejam ferramentas voltadas para a segurança e a eficiência na gestão de informações, elas possuem características e funcionalidades distintas:

  • Infraestrutura:
    • Intranet: Consiste em uma rede interna exclusiva de uma organização, utilizando servidores locais para armazenar dados e aplicações. A infraestrutura é geralmente gerida pela própria empresa.
    • Nuvem Privada: Utiliza uma infraestrutura de computação em nuvem dedicada a uma única organização, mas hospedada por um provedor de serviços de nuvem. A gestão pode ser feita internamente ou pelo provedor.
  • Acesso:
    • Intranet: Restrita a usuários autorizados dentro da rede corporativa, geralmente acessada por meio de uma VPN (Virtual Private Network) ou diretamente dentro das instalações da empresa.
    • Nuvem Privada: Oferece acesso remoto seguro a partir de qualquer lugar com conexão à internet, mantendo um ambiente exclusivo e protegido para a organização.
  • Flexibilidade e Escalabilidade:
    • Intranet: A escalabilidade pode ser limitada pela capacidade dos servidores internos e pelo espaço físico disponível para expansão da infraestrutura.
    • Nuvem Privada: Altamente escalável, permitindo a adição de recursos conforme necessário sem preocupações com limitações físicas, graças à infraestrutura do provedor de nuvem.
  • Manutenção e Gerenciamento:
    • Intranet: A manutenção e a atualização dos servidores e da rede são responsabilidades da equipe de TI da empresa.
    • Nuvem Privada: O provedor de serviços de nuvem geralmente cuida da manutenção, das atualizações e da segurança da infraestrutura, aliviando a carga da equipe de TI interna.
  • Custos:
    • Intranet: Pode exigir um investimento inicial significativo em hardware e software, além de custos contínuos de manutenção e atualização.
    • Nuvem Privada: Funciona geralmente por meio de um modelo de assinatura ou pagamento conforme o uso, o que pode ser mais econômico a longo prazo, dependendo das necessidades da empresa.

O que é necessário para montar uma intranet?

Para montar uma intranet eficiente e segura, é fundamental considerar tanto o hardware quanto o software necessários. Aqui estão os componentes essenciais:

Hardwares necessários:

  • Servidores:
    • Servidor Web: Hospeda as páginas e aplicativos da intranet.
    • Servidor de Arquivos: Armazena documentos, imagens, vídeos e outros arquivos que serão compartilhados na intranet.
    • Servidor de Banco de Dados: Gerencia e armazena dados utilizados por aplicativos internos.
    • Servidor de E-mail: (Opcional) Para comunicação interna via e-mail.
  • Firewalls: Protegem a rede interna contra acessos não autorizados e ataques externos.
  • Switches e Roteadores: Gerenciam o tráfego de dados dentro da rede interna e garantem uma conexão estável e rápida.
  • Sistemas de Backup: Equipamentos para realizar backup regular dos dados da intranet, garantindo a recuperação em caso de falhas.
  • Computadores e Dispositivos de Rede: Equipamentos utilizados pelos funcionários para acessar a intranet, incluindo desktops, laptops e dispositivos móveis.
  • Unidades de Armazenamento: Armazenamento em rede (NAS) ou unidades de armazenamento externas para suportar grandes volumes de dados.

Softwares necessários:

  • Sistema Operacional do Servidor: Software para gerenciar os servidores, como Windows Server, Linux (Ubuntu Server, CentOS), etc.
  • Servidor Web: Software para hospedar a intranet, como Apache, Nginx, ou Microsoft IIS.
  • Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS): Ferramenta para criar e gerenciar o conteúdo da intranet, como SharePoint, WordPress, Joomla, ou Drupal.
  • Banco de Dados: Software para gerenciamento de banco de dados, como MySQL, PostgreSQL, Oracle, ou Microsoft SQL Server.
  • Aplicações de Colaboração: Ferramentas para comunicação e colaboração, como Microsoft Teams, Slack, ou aplicativos de mensagens instantâneas internos.
  • Softwares de Segurança: Anti-vírus, anti-malware, e outras ferramentas de segurança para proteger os dados e sistemas da intranet.
  • Ferramentas de Backup: Software para realizar e gerenciar backups, como Veeam, Acronis, ou soluções integradas de backup.
  • Sistemas de Autenticação: Softwares para gerenciar a autenticação e os acessos dos usuários, como Active Directory, LDAP, ou sistemas de Single Sign-On (SSO).

Vale a pena montar uma intranet?

Montar uma intranet pode ser uma excelente estratégia para otimizar a comunicação e a colaboração dentro de uma organização. Ao investir em hardware e software adequados, você garante um ambiente seguro e eficiente para o compartilhamento de informações e a gestão de processos internos.

No entanto, é essencial considerar os custos iniciais, a manutenção contínua e a necessidade de uma equipe de TI competente para gerenciar a infraestrutura. Com um planejamento cuidadoso e a escolha dos componentes certos, a intranet pode se tornar um ativo valioso, centralizando recursos e facilitando o trabalho em equipe, o que pode resultar em uma significativa melhoria na produtividade e na coesão interna da empresa.

Você também vai gostar